Início » NOTÍCIAS » Chume quer partilha de experiências para combater o terrorismo

Chume quer partilha de experiências para combater o terrorismo

Quatro adidos militares da África do Sul, Zimbabwe, Portugal e Ucrânia apresentaram, hoje, cartas credenciais ao ministro da Defesa Nacional. Cristóvão Chume pediu partilha de conhecimento com as Forças de Defesa moçambicanas para a erradicação do terrorismo.

O Ministro da Defesa Nacional dirigiu-se aos novos adidos militares da República da África do Sul, Zimbabwe, Portugal e Ucrânia e fê-los saber que o país é alvo do terrorismo, em Cabo Delgado, desde 2017.

“O nosso país tem sido alvo de ataques terroristas desde Setembro de 2017, concretamente na província de Cabo Delgado. Para o seu combate o estado privilegia uma abordagem multidimensional que consiste na resposta militar e na implementação de programas de desenvolvimento local nas zonas afectadas. Na resposta militar, o Governo da República de Moçambique conta com o apoio das Forças de Defesa do Ruanda, da Missão da SADC. Igualmente, o país está a beneficiar-se do apoio no âmbito da formação prestado pelos Estados Unidos da América e pela União Europeia que têm elevado a capacidade combativa das Forças de Defesa e Segurança do nosso país”.

Para o combate ao mal, Cristóvão Chume pediu partilha de conhecimentos.

“Queremos solicitar aos novos adidos de defesa que partilhem os seus ricos conhecimentos com as Forças Armadas de Defesa de Moçambique, com vista ao alcance do grande desiderato na erradicação do terrorismo e de outras ameaças que enfermam o estado moçambicano e não só, o resto da humanidade. Encorajamos aos novos adidos a trabalharem arduamente com vista a dinamizarem as acções de cooperação em curso, bem como para descortinar as oportunidades que sejam de interesse comum dos nossos respectivos estados”.

Participaram da recepção das cartas credenciais dos novos adidos militares, chefes das missões diplomáticas e quadros do Ministério da Defesa Nacional.

Fonte: O Pais

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *