Início » NOTÍCIAS » ARQUIDIOCESE DA BEIRA RECORDA DOM SEBASTIÃO, 56 ANOS APÓS A SUA MORTE

ARQUIDIOCESE DA BEIRA RECORDA DOM SEBASTIÃO, 56 ANOS APÓS A SUA MORTE

Fiéis participanto das cerimónias por ocasião dos 56 anos da morte de Dom Sebastião Soares de Resende no Cemiterio Santa Isabel

Na manhã do passado sábado, 28 de janeiro, vários fiéis participaram das cerimónias por ocasião dos 56 anos da morte de Dom Sebastião Soares de Resende, primeiro Bispo da Beira.  

O vigário geral da Arquidiocese da Beira, foi quem presidiu a missa em homenagem a Dom Sebastião Soares de Resende, e o Chanceler, Padre José Coutinho, foi quem proferiu a homília da celebração eucarística onde concelebraram vários sacerdotes. Na sua alocução, o Padre Coutinho, descreveu o primeiro Bispo como um homem que lutou contras as injustiças, uma característica que os fiéis Católicos devem adotar.   

Em mensagem, os fiéis destacaram a contribuição de Dom Sebastião, na busca de soluções para vários problemas que assolavam a população da então Diocese da Beira,

Antes da celebração eucarística que teve lugar na Paróquia Nossa Senhora de Fátima, sacerdotes, religiosos, religiosas e fiéis visitaram as campas de Dom Sebastião Soares de Resende, primeiro Bispo e Dom Jaime Pedro, primeiro Arcebispo da Beira, onde fizeram a deposição de flores.

Recorde-se que Dom Sebastião, foi nomeado em 21 de abril de 1943, pelo Papa Pio XII, como primeiro Bispo da Beira ordenado Bispo na Sé do Porto a 15 de agosto, tendo na ocasião escolhido para sua sagração episcopal, o lema; “Por Cristo, com Cristo e em Cristo”, a sua tomada de posse foi em 8 de dezembro de 1943. Em janeiro de 1967, aos 61 anos de idade, o primeiro Bispo da Beira, partiu para eternidade, vitima de cancro.  

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *