Início » NOTÍCIAS » “FREDDY” AGRAVOU A SITUAÇÃO ECONÓMICO-SOCIAL DO PAÍS – BISPOS CATÓLICOS DE MOÇAMBIQUE

“FREDDY” AGRAVOU A SITUAÇÃO ECONÓMICO-SOCIAL DO PAÍS – BISPOS CATÓLICOS DE MOÇAMBIQUE

Os Bispos da Conferência Episcopal de Moçambique – CEM, estiveram reunidos na Matola, sul de Moçambique, entre os dias 17 – 25 de Abril, onde dentre vários assuntos, analisaram a situação sócio-política e eclesial do país. Em conferência de imprensa nesta terça, Dom João Carlos, Arcebispo Coadjutor de Maputo e Porta-voz da CEM e o Bispo da Diocese de Gurué, Dom Inácio Lucas, apresentaram o comunicado resultante da plenária dos prelados.  

Na ocasião os Bispos Católicos, disseram que após a partilha da realidade social e política de cada diocese pelos membros da CEM, constatou-se que a situação económica e social do país se agravou neste ano, após a passagem do ciclone Freddy.

Em relação a vida Eclesial em Moçambique, os membros da Conferência Episcopal Moçambicana, referem que houve um crescimento e consolidação das comunidades Cristãs, mas alertam que há desafios que a Igreja enfrenta, principalmente a formação cristã dos leigos, o acompanhamento da juventude, entre outros.

Outras questões partilhadas pela CEM e que marcaram a primeira Sessão Plenária, destaque para a visita dos Bispos à Assembleia da República e o Encontro com o Chefe do Estado Moçambicano, Filipe Nyusi, com o intuito de reforçar as relações entre a Igreja Católica e os Órgãos de Soberania.

A Conferência Episcopal de Moçambique, conclui o seu comunicado exortando os fiéis a rezarem pelo bom andamento e fecundas conclusões da IV Assembleia Nacional de Pastoral, que arranca em na segunda metade do mês de maio do ano em curso.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *