Início » NOTÍCIAS » JOVENS EM SOFALA QUEIXAM-SE DA FALTA DE TRANSPARÊNCIA E MOROSIDADE NAS INSTITUIÇÕES PÚBLICAS, COMO FACTORES QUE DESMOTIVAM A ELABORAÇÃO DE PROJECTOS

JOVENS EM SOFALA QUEIXAM-SE DA FALTA DE TRANSPARÊNCIA E MOROSIDADE NAS INSTITUIÇÕES PÚBLICAS, COMO FACTORES QUE DESMOTIVAM A ELABORAÇÃO DE PROJECTOS

As queixas foram apresentadas durante um encontro que decorreu na cidade da Beira, esta quarta-feira, 28 de junho, que tinha como objetivo a divulgação dos programas da secretaria de Estado da Juventude e Emprego, assim como à auscultação dos jovens em relação aos desafios que esta classe enfrenta, com vista a identificar possíveis soluções.

O encontro foi dirigido pela Secretaria de Estado em Sofala, Stella Zeca. A governante instou a juventude a unirem-se para criação de autoemprego, facto que segundo a mesma também é possível através da criação de projetos que podem ser submetidos aos diferentes programas do governo que tem a juventude como foco.

Em resposta ao apelo dado pela Secretaria de Estado, os jovens elencaram os diferentes desafios que desencorajam a sua união para elaboração de projetos, tendo destacado a falta de transparência e consideração nas instituições públicas e amorosidade na resposta.

O diálogo entre a Secretária de Estado em Sofala e os jovens, juntou mais de 50 participantes, incluindo membros do Conselho Provincial de Juventude.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *