Início » NOTÍCIAS » DOM CLÁUDIO DEFENDE QUE A DEMOCRACIA EXIGE SISTEMAS POLÍTICOS TRANSPARENTES, INTEGRIDADE ECOLÓGICA E A JUSTIÇA SOCIAL E ECONÓMICA

DOM CLÁUDIO DEFENDE QUE A DEMOCRACIA EXIGE SISTEMAS POLÍTICOS TRANSPARENTES, INTEGRIDADE ECOLÓGICA E A JUSTIÇA SOCIAL E ECONÓMICA

Rogério Maduca, Rádio Pax – Moçambique

Dom Cláudio Dalla Zuanna, Arcebispo da Beira e Magno Chanceler da UCM falava durante o VI Congresso Internacional da Universidade Católica de Moçambique, evento que decorreu em Maputo (sul do país). Neste evento organizado por uma instituição do ensino superior, tendo em debate a fraternidade e o desenvolvimento sustentável, o Prelado começou por explicar que o tema em análise não é apenas um tema académico, pois representa um imperativo ético e moral.

Para falar acerca da sustentabilidade inclusiva, o Magno Chanceler buscou os 4 pilares que são apresentados na Carta da Terra, nomeadamente, a Integridade ecológica, Justiça social e económica, Democracia e Paz. Em relação a democracia, Dom Cláudio considera que este pilar exige sistemas políticos transparentes, participativos e responsáveis, onde a liberdade de expressão é protegida.

O VI Congresso Internacional da UCM decorreu entre os dias 22, 23 e 24 de Novembro. Falando durante a cerimónia do encerramento, o Reitor desta Universidade, o Professor Doutor Padre Filipe Sungo, referiu que ao promover a fraternidade, transcende-se as barreiras disciplinares, culturais e geográficas, unindo-nos na busca comum de soluções sustentáveis para os desafios que Moçambique e o mundo enfrentam. E que com a realização deste evento a UCM deu o seu contributo para divulgação da produção técnico-científica da comunidade acadêmica e as práticas de transferência do conhecimento para sociedade.

Durante os três (03) dias do evento, oradores nacionais e internacionais partilharam os resultados das suas pesquisas. Dentre os internacionais destaque para o Vice-Reitor da Universidade Católica Portuguesa, Professor Doutor José de Almeida, que proferiu a conferência inaugural, o Professor Doutor Padre Ezio Lorenzo Bono e o Professor Doutor Paulo Fossatti da Universidade Lasalle e membro do  Conselho Nacional de Educação no Brasil.

Refira-se que o próximo Congresso Internacional da Universidade Católica de Moçambique será no ano de 2025, segundo deu a conhecer o Reitor.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *