Início » NOTÍCIAS » GESOM lança movimento para “salvar a rádio” em Manica, mas presidente do município refuta risco de demolição

GESOM lança movimento para “salvar a rádio” em Manica, mas presidente do município refuta risco de demolição

Sérgio Silva, coordenador-geral do Grupo de Educação Social de Manica (GESOM), Chimoio, Moçambique

Município diz que rádio é de todos e continuará a funcionar

CHIMOIO — 

O Grupo de Educação Social de Manica (GESOM) lançou nesta terça-feira, 7, um movimento para “salvar a rádio” comunitária sob sua gestão, que luta para impedir a execução de uma ordem municipal que, segundo os seus responsáveis, pode paralisar um dos primeiros projetos de rádio, implantados pela UNESCO em Moçambique, no ar há 21 anos.

O presidente do Conselho Autárquico de Chimoio, João Ferreira, garante que o plano em curso para demolição parcial das infraestruturas não afetará a emissora.

O presidente do Conselho Autárquico de Chimoio, João Ferreira, garante que o plano em curso para demolição parcial das infraestruturas não afetará a emissora GESOM.

O coordenador-geral da GESOM, Sérgio Silva, que falava numa conferência de imprensa em nome do movimento, com várias organizações sociais, defende que “é crucial salvar a rádio”, para manter a independência editorial e o pluralismo de opinião comunitária.

“Esta rádio não é só uma rádio comunitária, mas também é uma rádio municipal, então uma requalificação municipal não pode ser motivo de demolição” de uma estação emissora e de outros edifícios históricos, insistiu Sérgio Silva.

João Ferreira, Conselho Autárquico de Chimoio, Manica, Moçambique

Para o também fotojornalista há 40 anos, entende que o Conselho Autárquico de Chimoio (CAC) deve garantir que a rádio continue a servir as comunidades, sem interferência na sua independência editorial, com “as ameaças de demolição”, atribuindo um outro espaço para o seu funcionamento.

“Precisamos de garantias escritas do Conselho Autárquico de Chimoio, que não nos vão incomodar mais com essa demolição”, disse Silva, justificando que essa rádio serve as comunidades e ao município.

Fonte: Voaportugues.com

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *