Início » NOTÍCIAS » Guiné-Bissau: Presidente da República recebe partidos, PAI Terra Ranka tranquilo

Guiné-Bissau: Presidente da República recebe partidos, PAI Terra Ranka tranquilo

As trocas de farpas entre o Presidente da Guiné-Bissau e o líder da coligação vencedora das eleições legislativas do passado dia 04 parecem ter ficado para trás.Os dois dirigentes estiveram reunidos nesta terça-feira no palácio da presidência em Bissau. 

Texto por:Mussá Baldé

O Presidente Sissoco Embaló continua a receber os partidos que participaram das eleições.

Todos vão ao Palácio da República apresentar agradecimentos ao chefe de Estado pela forma ordeira e pacífica como decorreram as eleições.

Nesta quarta-feira, por exemplo, o Presidente Embaló irá receber os partidos Madem G-15 e o Partido da Nova Democracia.

Na terça-feira, foi a vez da coligação PAI-Terra Ranka ser recebida pelo chefe de Estado.

À saída da audiência que durou mais de três horas, o líder da coligação que é igualmente presidente do PAIGC, Domingos Simões Pereira disse ter sido uma conversa tranquila.

Passámos em revista toda a situação política e não só. Penso que é o tipo de ambiente que todos nós e todos os guineenses esperam. Que os diferentes titulares de órgãos de soberania e de responsabilidades públicas possam, realmente, criar um ambiente apaziguado, de diálogo, de análise, de ponderação para que as decisões sejam, de facto, no sentido daquilo que é a expectativa do povo.”

O ambiente de crispação entre Embalo e Simões Pereira parece ter ficado desanuviado depois de os dois terem trocado farpas dias antes sobre as competências do Governo e do Presidente na gestão do país.

Em relação à entrada em funções do novo parlamento e do novo Governo, Domingos Simões Pereira disse ter abordado com o Presidente da República a necessidade de os prazos serem encurtados.

Na quinta-feira, dia 15, a Comissão Nacional de Eleições deve anunciar os resultados definitivos das eleições e só a partir daí é que começam a contar os 30 dias do prazo legal para a investidura no novo parlamento.

Ouça aqui a correspondência de Mussá Baldé, a partir de Bissau.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *